Blog TDS

Grande parte dos consumidores não sabe, mas não é necessário fornecer informações e dados pessoais em compras simples feitas nos estabelecimentos comerciais. Em muitas lojas físicas, os atendentes sugerem a formação de um cadastro do cliente no momento da venda. São solicitados dados pessoais, como telefone, e-mail, endereço, data de nascimento e CPF do cliente. Algumas lojas justificam a necessidade do cadastro, outras não explicam a finalidade e até insistem para que o consumidor o faça como prerrogativa da
Componente que pode ser cancerígeno apareceu em grandes quantidades em lotes do medicamento A farmacêutica Medley anunciou o recall do medicamento Ranitidina comumente usado para o tratamento de úlcera no estômago e no duodeno. A medida precisou ser adotada após ser constatado risco de contaminação por substância cancerígena chamada nitrosamina. Ao todo, 50 lotes das dosagens de 150 mg e 300 mg serão recolhidos. Confira aqui a lista completa dos lotes. Quem faz uso desse medicamento deve entrar em
Proposta é que Procons adotem estrutura parecida com a americana O governo estuda recriar o Conselho Nacional de Defesa do Consumidor, órgão criado em 1985 e extinto no governo Fernando Henrique Cardoso, para debater medidas para o setor. Segundo o Valor apurou, a ideia está sendo estudada por integrantes do Ministério da Economia. Uma das preocupações da equipe econômica é que é preciso dar uma maior previsibilidade e segurança jurídica para a atuação do Procons,
Sistema que suspende oferta de empréstimo consignado começou a funcionar dia 2 deste mês Em pouco mais de uma semana, 171 mil pessoas se inscreveram no site “Não me Perturbe” para bloquear ligações de telemarketing com ofertas de crédito consignado. O balanço, divulgado pela Federação Nacional de Bancos (Febraban), contabiliza os cadastros feitos entre o dia 2 e 10 deste mês. O número de consumidores que já aderiram à plataforma do “Não me Perturbe” reflete a importância dos
O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), por meio da sua Unidade Especial de Proteção de Dados e Inteligência Artificial (Espec), instaurou nesta segunda-feira, 13, Inquérito Civil Público (ICP) para investigar possível vulnerabilidade exposta no site sobre o Cadastro Positivo. O MPDFT apura a vulnerabilidade no serviço prestado pelo birô de crédito Boa Vista SCPC – Serviço Central de Proteção ao Crédito. Entre as falhas de segurança encontradas durante consulta no Cadastro Positivo estão, por