Golpe no Whatsapp que envolve a Faber-Castell já atingiu 600 000 acessos